Bezerros: um passeio pelo artesanato de Pernambuco

Não era o que havíamos planejado para o domingo, mas imprevistos e frustrações com o nosso destino inicial  nos fizeram esticar a viagem até Bezerros, a cerca de 108 quilômetros do Recife. A decisão de mudar o rumo foi ali mesmo, na estrada, e a ideia era conhecer o Memorial J.Borges, o Centro de Artesanato, e um pouco mais sobre a tradição do Papangu. Arriscamos.

A sinalização de turismo (marrom) e as placas personalizadas nos levaram até o ateliê de Lula Vassoureiro, um dos principais artesãos de máscaras de papangu, mas talvez por ser num domingo, encontramos o local fechado.

Seguimos para o Centro de Artesanato de Pernambuco, às margens da BR-232, no sentido interior-capital. Confesso que esperava encontrar um espaço apenas dedicado aos artistas locais e ao colorido dos papangus, mas fomos surpreendidos com um lugar muito organizado, bonito, e com uma diversidade que impressiona.

edit-dsc_0594edita-dsc_0549

O Centro é dividido em duas partes: museu e loja. Para entrar no museu, paga-se uma taxa baratinha, apenas R$ 2, e a visita é guiada. Lá é possível encontrar peças que representam o artesanato de pelo menos 26 cidades de Pernambuco. O barro de Caruaru, Tracunhaém e Petrolina, o bordado de Passira, as redes de Tacaratu, a renascença de Pesqueira, os mamulengos de Glória do Goitá e os bonecos de madeira articulados de Carpina, e muitos outros.

editdsc_0543

editdsc_0574

Os ambientes têm uma iluminação especial, que ressalta cada detalhe das peças. Tudo é sinalizado e muito bem explicado pela guia. É uma ótima oportunidade para conhecer os mestres e a essência do artesanato pernambucano em um só lugar.

editdsc_0565editdsc_0558

Terminada a visita, vale a pena passar na loja, que reúne grande variedade de peças – desde as lembrancinhas até as mais caras, para decoração.

Melhor em outro dia
Saímos do Centro de Artesanato bem satisfeitos e fomos visitar o Memorial J. Borges, também fechado naquele domingo. Pretendemos voltar lá e no Lula Vassoureiro outro dia, mas fica a dica: melhor ir em dia de semana ou, talvez, no sábado pela manhã.

Mas isso acontece: a ida para Bezerros não foi planejada, assim, não tivemos como checar o horário de funcionamento dos locais com antecedência. Conhecer o Centro de Artesanato e relembrar tantos elementos do interior de Pernambuco valeu a viagem!

edita-dsc_0552

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
O Centro de Artesanato de Pernambuco de  Bezerros funciona de segunda a sábado, das 9h às 17h, e aos domingos, das 9h às 13h.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s